quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Feliz Natal!


Feliz Natal a todos!
Eu estou mesmo é de banco... (e acho que o Pai Natal não faz visitas hospitalares) :P

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Experiências novas

Hoje fui uma maluca.

Estava com fome e tal... 15h ainda sem ter almoçado... e aproveitei para deglutir qualquer coisita no Olivais Shopping. O Spacio Shopping (como lhe chamam agora), está realmente diferente. Mais amplo (daí o novo nome...), mais colorido, com mais luz... bem diferente das muitas memórias que eu guardava dele. A única coisa que continua a não ter é lojas como deve ser. Bem... pelo menos o parque é grátis durante 2h (e duvido que alguém consiga demorar mais do que isso, a menos que queira morrer de tédio).

Adiante. Dada a vasta variedade gastronómica disponível, acabei parada em frente ao Mac. Não me apetecia nada, até porque há pouco tempo já tinha comido o Double cheese da praxe. Do que é que eu me lembrei? "É hoje que eu vou experimentar uma salada!". E assim foi.

Um pequeno parêntesis. Logo a seguir a ter pedido a salada, reparei que agora há um menu com o Chicken Mythic (que é o único pelo qual eu deixo de comer o double cheese), e ia cortando os pulsos só de pensar que não o tinha visto antes. Mas atenção. Era um Chicken Mythic falsificado, com maionese em vez do molho original... o que o torna disgusting...(ao menos a empregada avisou o cliente que o pediu a seguir a mim...)

Mas voltando à salada. Pedi a salada Caesar... muito boa por sinal. Ideal se não tivesse tanta alface... e tipo... fosse só o frango com o queijo... e já agora com uma batatinha frita... pronto, se fosse um double cheese de frango... não, não... um Chicken Mythic!!

Moral da história:
Dormi um total de 7 horas nas últimas 2 noites. Este post está uma seca e não tem sentido. O meu discurso está a descarrilar. Mas para a próxima que for ao Mac vou comer um menuzorro Chicken Mythic. Sim, sou uma gorda :P

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Interpretações

Mulheres, deixem de tentar interpretar aquilo que os homens dizem. Não caiam no erro de achar que eles pensam e falam da mesma maneira que nós!

É que as mulheres são peritas nos rodeios... no dizer uma coisa que significa outra... no falar por "código". Um "código" que só elas conhecem, mas que ficam chateadas quando os homens não atingem.

Não pensem que quando eles dizem "A", então se calhar é porque não é bem "A"... se calhar querem dizer "B"... Não tentem ler nas entrelinhas de maneira a tirar conclusões que possam ser mais favoráveis para vocês. As entrelinhas deles são demasiado básicas e objectivas. Não se enganem, meninas.

Corolário: na dúvida, guiem-se pelos actos deles... as acções dizem muito mais do que as palavras.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Achado musical

Talvez seja do sono que hoje me assaltou... talvez seja das saudades das férias de Agosto passadas naquele sítio em particular... talvez seja apenas a coincidência de ter apanhado este video a passar num qualquer canal de música...

... estou numa de chill out! (acho que vou ligar o meu lava lamp pra criar ainda mais ambiente... eheh)


video

Tudo em nome da reciclagem

Ora bem... sou o nº 53, e vai no nº48... faltam só 4 pessoas, não vai demorar muito tempo!...

Uma hora depois.... TRIMMM Senha B nº53 Balcão 5.

- Boa tarde. Vinha levantar este documento e já agora queria saber se este já está ou vai demorar muito a estar pronto

- Ah... isto não é aqui... é ali do outro lado ao fundo

- ....

- Olhe... e parece que estou sem sistema... também não lhe sei dizer se este está pronto, mas de qualquer modo penso que não deve ser aqui que o vai ter de levantar...

- Então é onde?

- Bem, há-de receber em casa um postal a dizer onde e o local de levantamento.

- Ah, mas é que neste postal que eu recebi também dizia que era aqui que o levantava e afinal não é...

- Hmmm... pois... estes postais são os antigos... ainda estão a mandar estes pelo correio...

- ....

Ora bem... Secção de Habitação... senha B.... nº 91.... e vai no nº 78!...


Moral da história, prefiro acreditar que não se trata de incompetência. O que se passa é que a CML está na vanguarda da reciclagem do papel. Os postais estão desactualizados? Mandam-no a Trás-os-Montes levantar um documento que está em Faro? Não se preocupe... é tudo para evitar que se cortem mais árvores.

E no final de contas só perdi uma hora de vida (sim, porque já não fiquei à espera do nº 91, sabe-se lá quantas mais horas)... para nada!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Lavagem cerebral

Por coincidência já falei sobre este assunto com duas pessoas nos últimos dias, e resolvi expor a seguinte teoria.

Às vezes é preciso ouvir uma coisa para que ela faça sentido na nossa cabeça (mesmo que na realidade não tenha sentido nenhum). No fundo funciona como uma espécie de lavagem cerebral. Tipo aqueles assassinos programados cuja sede de sangue é despoletada pelo ouvir de determinada palavra. Às vezes podemos até já ter tido essa ideia, em pensamento, mas o facto de a dizermos em voz alta, ou de a ouvirmos na boca de alguém, torna tudo diferente. Para o bem e para o mal. E nem é preciso ouvir muitas vezes. Basta uma vez, para que ocorra uma espécie de curto-circuito no nosso cérebro e o Tico e o Teco entrem numa espécie de psicose.

Só assim de repente consigo lembrar-me de vários episódios que comprovam esta teoria. Infelizmente a grande maioria deles acabou por originar reacções irracionais e desfechos mais ou menos catastróficos.

É assim o poder das palavras...

sábado, 13 de dezembro de 2008

Declaração

Só vi este filme uma vez e, além de não fazer nada o meu género e dada a conjuntura envolvente, na altura não gostei por aí além. No entanto tem uma cena que ficou na minha memória, talvez porque está... perfeita.

Ok ok... Hoje estou particularmente lamechas... deve ser do espírito natalício...

video

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Pérolas obstétrico-ginecológicas I

- Então... Por favor, dispa da cintura para baixo e deite na marquesa.
- ... É para tirar as calças?
- Pois ...
...
- ... Tiro as cuecas?...


As velhas questões:
1 - Será que "da cintura para baixo" quer dizer "tirar o chapéu"?
2 - Será que é preciso tirar as cuecas para ser observada numa consulta de ginecologia? Não me digam que os médicos ainda não desenvolveram a capacidade de ver através da roupa!
3 - Será que se eu entrar em negação e fingir que na realidade queria era uma consulta de ortopedia, me consigo escapar?

sábado, 6 de dezembro de 2008

Sentido prático

A malta é pobre, a vida está difícil e eu tenho 3 gatos para alimentar. Assim sendo, às vezes consigo ganhar um pacote de ração gratuito se apresentar um cartão onde se colam as provas de compra de 7 embalagens (mais um espaço para colar o da embalagem oferecida). Ora, tendo em conta que fazer um buraco numa embalagem de 3 Kg para tirar uma prova de compra irá com certeza alterar as propriedades da ração ao longo do tempo (porque os gatos comem bem, mas não dão conta de uma embalagem de um dia para o outro... felizmente!), eu costumo colar nesse espaço a prova de compra de uma embalagem já gasta (que é exactamente igual à embalagem que vou receber).

Então porque é que as empregadas da loja de animais insistem em não perceber? "Ah e tal... aqui é para colar o da oferta". E de todas as vezes lá lhes tenho de fazer um desenho... Minhas meninas, isso seria problemático se de facto essas promoções obedecessem a critérios rígidos em que fosse necessário provar a origem da embalagem (por exemplo através de um código de barras), o que por si só já seria ridículo. Vamos lá então usar a cabecinha. Ficamos todas contentes. Eu não só fico com uma embalagem intacta, como lhes poupo o trabalho de cortar e colar a prova de compra. E melhor... se lá estão 8 provas de compra, significa que comprei 8 embalagens (e não 7) na vossa loja. O que é que querem mais?

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Parabéns para mim



Nasci! (ok... foi só às 17h15, mas o dia já começou :P)

Será que vou receber a prenda que quero?...

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Wanted...

Para começar bem o mês do Natal e antecipar o meu aniversário, comecei já a receber prendas.

Hoje o meu bólide foi vítima de um "hit and run" em pleno parque de estacionamento do meu local de trabalho. O "Senhor" (chamemos-lhe assim) foi responsável por alguns danos que me irão custar a quantia suficiente para eu não comprar grandes prendas neste Natal (meus amigos, já sabem de quem é a culpa). Obviamente o processo irá decorrer sob os trâmites legais, com PSP e seguradoras envolvidas. O "Senhor", demonstrando a sua vasta honestidade e um carácter primoroso, ignorou o "abanão" e seguiu alegremente o seu caminho. Neste preciso momento, o "Senhor" provavelmente até estará a abalroar outro veículo noutro parque de estacionamento qualquer. Mas pelos vistos não foi suficientemente discreto... e eu já sei muita coisa que o "Senhor" queria evitar que eu soubesse.

Aguardemos cenas dos próximos capítulos...
(Sim, eu sou lixada... não se metam comigo)