sexta-feira, 30 de julho de 2010

O cromo da écharpe

A "minha" praia este ano tem perdido qualidades... Já nem falo no facto de estar numa fase em que não me apetece ir sozinha, e em que o ter ou não companhia tornou-se o factor mais importante na decisão. A banda sonora está terrivelmente terrível. Até os petit gateaux andam demasiado cozidos e o sumo de morango insuficientemente doce e fresco... Ultimamente tem havido assaltos a carros na entrada da praia... E então não é que agora também começou a ser mal frequentada?

A primeira vez que reparámos no "cromo da écharpe" estava ele a meter conversa com um grupo de jovens espanholas. A partir daí têm sido sucessivos episódios deprimentes. Amigos, aqui vai uma série de dicas para que não cheguem aos 40-50 anos a fazer figuras tristes... as mulheres (ou pelo menos, aquelas que valem a pena), não apreciam estas coisas num homem...

1 - Não usem lenços como toalha de praia... uma mulher pode fazer isso... mas a um homem dá-lhe  um ar de pseudo-metrossexual bichona. Homem que é homem, usa toalha!

2 - Se estiverem num grupo de gajos, não falem alto para chamar as atenções, e muito menos se for através de palavrões ou de conversas do género "ah, ontem comi aquela gaja muita boa da discoteca". Isso é admissível apenas em voz baixa, no círculo de amigos (e não se esqueçam que eles reconhecem melhor que ninguém essa conversa do pescador que se vangloria do peixe que não pescou), ou quando não está qualquer mulher presente (sim, porque para a espécie Cromus écharpis qualquer ser humano com 2 cromossomas X, é uma potencial presa). Melhor, não tenham esse tipo de conversas e atitudes em frente aos filhos (sub-10) dos amigos... os homens já são poucos, por isso não destruam uma nova geração com esses "ensinamentos".

3 -Não façam telefonemas a percorrer a vossa lista de contactos à espera que alguma das vossas "amigas" ceda por cansaço. Essa coisa do "Então e hoje, não? E amanhã, não? E depois de amanhã?" é muito degradante... Ah, e correm o risco de quem vê de fora poder pensar que, ou estão com o telemóvel desligado (e nesse caso, tirem o som das chamadas, não vão receber alguma durante a farsa...), ou estão a ligar para o voice mail...

4 - Sempre que passa uma mulher por vocês, não rodem a cabeça. Se querem olhar, aproveitem a subtileza que os óculos escuros vos oferecem (sim, qualquer Cromus echarpis que se preze tem um acessório imprescindível: óculos de sol, com lentes escuras ou espelhadas)

5- Quando têm 10 anos (ou são trolhas), até podem tentar meter conversa com raparigas a mandar bocas como se estivessem a meter-se na conversa delas. Podem tentar... mas não resulta!

6 - Cometendo este tipo de erros só poderão ter sucesso em 3 situações: com o mulherio "Cheliano" (sem desprimor para as eventuais residentes com classe) habituado a este tipo de educação e tratamento; com o mulherio interesseiro, se tiverem a carteira bem recheada; com todo o mulherio se forem... o Brad Pitt (nem que seja só pra uma dentadinha... lolol). 

Aiai... onde andam os homens com classe? Viraram todos para o outro lado?

terça-feira, 27 de julho de 2010

Oficinas Smart - O primor da (in)competência

Na 1ª revisão do meu bólide, tudo correu bem. Claro. Carro novo, sem problemas... até aspiraram! A partir daí foram só episódios... só tive pena de não os mandar à fava logo no 1º... mas lá está, o pessoal até pensa que levando o carro à marca fica melhor servido, pois afinal, eles devem conhecer bem os carros que vendem! Ou será que não? Vejamos então a Santogal no seu esplendor:

1º Episódio: Depois de um "beijo" num outro carro, levei o meu bólide à Smart para o repararem, uma vez que não me apetecia que o capô voasse, tendo em conta o barulho ameaçador que fazia a partir dos 100 km/h. No dia seguinte tive de lá voltar, pois continuava a fazer exactamente o mesmo barulho. E o que é que um dos mecânicos me diz depois de tirar o capô? "Ah... o meu colega esqueceu-se de pôr aqui umas peças...". ESQUECEU-SE???? Gajos que na altura ganhavam 44€/h, esquecem-se de pôr peças nos carros? É assim que se trabalha na Mercedes/Smart?

2º Episódio: 3ª revisão. Vou buscar o carro, e o cromo vira-se para mim "Hmm... tá a ver este barulho no ar condicionado? Isto não é normal. Tem de levar o carro à Smart.". Tenho de levar o carro à Smart? Mas aquilo era o quê? A Peugeot????

3º Episódio: Levo o carro porque começou a fazer um barulho estranho quando ligava e desligava. "Ah... isto é porque o ventilador vibra e toca no motor. É preciso ser substituído por um melhor que tem umas borrachas à volta e já não faz atrito. Temos de mandar vir a peça, mas deixe o seu contacto que depois ligamos-lhe."

Mais tarde, vim a descobrir que não só da 1ª vez se tinham "esquecido" de pôr umas peças, como não deram conta (ou não se deram ao trabalho) de mudar uma peça da estrutura que estava partida. Como se não bastasse, o suposto barulho do ventilador, foi-se agravando... e, afinal, era um apoio, por baixo do carro, que estava partido.

Conclusão: Não só vou passar a gastar muito menos de 300 euros por cada revisão, como também terei o carro limpo (em vez de "salpicado") e aspirado de cada vez que o levar à oficina... (coisa que são incapazes de fazer na Smart... )

P.S1: Continuo à espera que me contactem quando chegar a peça (sim... ainda só se passaram 2 meses!...)P.S2: Tenho de ir ver os meus travões... Tendo em conta que por duas vezes me disseram ser normal aquele "guinchar", cá para mim deve ser mesmo falta de pastilhas... (será que também se esqueceram de as pôr?...)

terça-feira, 13 de julho de 2010

I can't get no sleep...

Não consigo dormir.

Eu sei que a ansiedade não resolve nada. Eu sei que não adianta sofrer por antecipação. Sei até que costumo disfarçar bem esse sentimento, apesar de involuntariamente... mas... não consigo dormir e estou-me a passar com isso! 

Só me apetece dizer palavrões..... AGHHH!!!

domingo, 11 de julho de 2010

Optimus Alive 2010

1º Dia

Depois de uma série de contratempos que me impediram de chegar mais cedo, dou por mim numa "fila" gigante (se é que se pode chamar fila a um aglomerado de pessoas). Isto não seria grave se os Alice in Chains ainda não estivessem em palco... (AAAAAAGGGGGGGGHHHH!!!). Enquanto isso, pessoal com bilhete para 1 ou 2 dias entrava na boa. E tudo isto porquê? Porque tiveram a brilhante ideia de dar logo a pulseira a cada pessoa que entrasse. Não se lembraram que cortar o picotado do bilhete, pôr a pulseira, prender a pulseira e rasgar o bilhete restante, demora tempo, tempo esse que, multiplicado por todos aqueles que pagaram 90 euros para entrar, se torna astronómico! (relembro que o passe de 3 dias esgotou... portanto, muita gente mesmo!). Não se lembraram que podia haver quem não quisesse pulseira, ou que a poderiamos ir buscar depois! Aliás, pulseira muito ranhosa, diga-se de passagem. Quem é que se lembrou de fazer uma pulseira de tecido? (Provavelmente os mesmos que se lembraram de provocar aquele congestionamento...). Tomar um banhinho quando se chega a casa cheio de pó, dá sempre jeito... mas... o tecido não seca tão depressa! Enfim, lá se lembraram de deixar o pessoal entrar (sem picarem bilhete nem nada!) e lá vi o possível de AIC, apesar de não ser o mesmo sem Layne Staley.. :(

Faith no More teve a sua piada, principalmente pelas capacidades linguísticas de Mike Patton. Falou em Espanhol, arranhou italiano e "brasileiro"... mas ficou convencido que tudo o que disse foi em português. À pala disso, conseguiu arruinar a "Evidence", cantando-a por inteiro em portunhol... 

Valeu a companhia e o bolero emprestado... caso contrário tinha ficado logo ali... em hipotermia!

Ainda à pala da fabulosa (des)organização, muitos bilhetes não rasgados foram apanhados do chão... e muita gente ganhou uma pulseira de 3 dias (além da eventual pulseira de 2 dias que já tinham, e que puderam oferecer posteriormente a alguém...).  Ora, posto isso, o 3º dia avizinhava-se hiper-esgotado...

2º Dia

- "Não traz mala??" - Policia surpreendido por ver uma mulher (eu) só com a roupinha do corpo e uma pulseira... Vá, e o tlm no bolso...

Tirando este episódio "hilariante"... A noite foi bem mais quente que a primeira, não só porque já ia prevenida com casaco, mas também pelos concertos de Gossip e Skunk Anansie. Fiquei surpreendida. Geralmente não morro de amores por bandas com vocalistas femininas, mas estas duas, sim senhor, estiveram muito bem.

Descobri agora que a "miudagem" substituiu o cântico futebolístico pelo início da "Seven Nation Army" para pedir encores... Ando completamente out!

3º Dia

Nas palavras dos Mini Drunfes "Furámos, furámos, até chegar à frente!", e Pearl Jam foi simplesmente.... LINDO! Até me vieram as lágrimas aos olhos... Pensando bem, já oiço estes meninos desde que começaram... o que corresponde a mais de metade da minha vida! Eddie Vedder, falou em português de Camões (com uma cábula, mas não interessa :P) e fez-nos sentir como um grande grupo de amigos que se junta para ouvir umas histórias... Só estando lá é que dá para perceber...

Já me tinha esquecido o quanto odeio pessoal que leva a mochila para os concertos, ou que passa o tempo todo de braço no ar para filmar (com uma imagem ridiculamente má!) em vez de curtir o som... 

video

Para o ano há mais! (Se vierem os STP, tou lá!!! :D)

domingo, 4 de julho de 2010

Pensamento do dia XIII

"Não procures o príncipe encantado. Procura, antes, o lobo mau: ouve-te melhor, vê-te melhor e ainda te come."

Genial...