quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Fetiche por filas

Geralmente bastam-me duas vezes para que, no pára-arranca, em determinada hora do dia, em determinada estrada, consiga perceber qual o padrão de velocidade das filas. A primeira vez, porque é aí que me deparo com a situação e, como tal, vou observar os caprichos da "corrente", para que da próxima vez me safe melhor. A segunda vez, serve apenas para confirmar que fui uma boa observadora.

Com isto quero dizer que, e não necessariamente por esta ordem, sei perfeitamente que a determinada altura a faixa da direita anda mais depressa, mas depois é melhor mudar para a da esquerda para manter a velocidade, e finalmente, mais à frente, a do meio é que me leva mais rapidamente ao meu destino. É sempre assim. Todos os dias, àquela hora, naquele lugar. É SEMPRE assim.

Então porque é que, se as pessoas são as mesmas que passam àquela hora, naquele lugar, o fluxo corre sempre da mesma forma? Serei eu a única a perceber isto? É verdade que, pelo facto dos veículos não se conduzirem sozinhos e dependerem da vontade e da mão (e principalmente da massa cinzenta) humana, assim que abre um sinal a corrente não flui como deveria... há atrasos, há paragens, e ocorre um movimento harmónico ao contrário do que seria ideal. Até aí, ainda se desculpa... os reflexos não são os mesmos para toda a gente, e há quem esteja distraido com outras coisas (tirar macaquinhos do nariz está no topo da lista...). Mas... será possível que as pessoas não se dão conta que é com atitudes acerebradas que se tornam as únicas responsáveis pelos anos de vida que perdem no trânsito? Acham que a faixa da esquerda é a mais rápida, só porque é a da esquerda? Acham que se mudarem de faixa 2 km antes de uma entrada, vão andar mais depressa? Acham que têm de entrar logo quando ainda têm uns bons metros para acelerar sem obrigar ninguém a travar?

Será que ninguém vê? Está ali o tesouro e ninguém percebe como chegar a ele? Ou será um mero fetiche por filas? Bem, não me posso queixar, pois enquanto for assim e o fluxo do trânsito se mantiver, eu, pelo menos, sei bem por onde devo ir...

1 comentário:

Patrícia disse...

sabes quando há 10 filas para as caixas do supermercado? eu escolho sempre, mas sempre aquela que vai levar mais tempo, seja porque o cartão de crédito está na lista negra do estabelecimento ( true story) ou porque um dos produtos não tem etiqueta ou porque a máquina obriga a que haja fecho de contas naquela altura (true story).... portanto o tesouro pode estar ali, mas o fdp não quer nada comigo. Eu sou a totó das filas. admito. e já agora quando passares por mim, faz adeus, sim? :)