sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Síndrome de abstinência

Compreendo perfeitamente o drama dos viciados. A falta da droga pode ser bem dolorosa. Não é uma dor física... é pior. Leva à loucura. E quando achamos que vamos conseguir vencer e deixar o objecto do vicio, lá vem mais uma recaida... e mais um retrocesso a caminho da cura. Não basta força de vontade. Pode ser mesmo necessário fugir e encontrar subterfúgios que nos ajudem nessa fuga. Encontrar apoio, encontrar distracção... O pior é o magnetismo que nos conduz de volta ao ponto inicial, tornando esse distanciamento apenas um desejo racional fugaz.

2 comentários:

Patrícia disse...

tu foge do que te faz mal, mulher. E já sabes que tens sempre um cantinho cá em casa (e podes trazer os gatos :) ).
Agora a sério: tens toda a razão e custa imenso. Mas a verdade é que vai sendo cada dia mais fácil. (um dia ainda deixo de vez o chocolate).
beijos

Vera disse...

:)