quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Cromos ao volante III

Porque é que quando eu sou apanhada no pára-arranca, fico sempre atrás de um cromo (gaja ou velhote em 99,9% das vezes)?...

... Daqueles cromos que demoram mil anos a arrancar, deixando à frente deles um espaço que dá para 3 carros (e consequentemente os da faixa da direita aproveitam para passar à frente).
... Daqueles cromos que travam sem razão aparente (além da ausência de cérebro).
... Daqueles cromos que começam a travar porque o da frente (que está a 1Km de distância) travou, e acabam por parar a 10 metros dele (deixando-me na expectativa de que ainda vão continuar a andar até ficarem um pouquinho mais perto... mas não).
... Pior! Daqueles cromos que reunem todas as características anteriores!!... Oh sorte macaca...

Já pensaram porque é que há trânsito quando não há nenhum acidente ou bloqueio de via? POR CAUSA DESTES CROMOS!!

7 comentários:

Alternate disse...

Alguém que me compreende!...

O Pai do Organista disse...

Are you talk to me?...

C NARCISO disse...

rsrsrs conheço a sensação.
MAS, todos nós somos +/- assim; basta conduzirmos em locais que não conhecemos. QUem não perguntou já onde fica a rua X e a placa está msmo ao lado?
Eu acerto sempre nas filas de portagem- fico sempre na que demora mais.......

Vera disse...

Alternate... ou não serias tu o meu amigo imaginário :P

"Paizinho"... nao me digas que és um destes cromos!! A tua reputação vai por água abaixo...

CN, uma coisa é estares a conduzir numa cidade que não conheces e tens de ir devagar para não te enganares. Outra coisa é estares preso no pára-arranca... e empatares ainda mais o trânsito! Lol

O Pai do Organista disse...

Depende dos dias..

Se for de manhã e for para o trabalho com tempo sou dos molengões...
Se for à tarde e for para casa com tempo sou dos molengões...

mas:

se for de manhã e estiver a ir para o trabalho atrasadissimo porque sai tarde da cama, odeio os molengões...
se for à noite e estiver a ir para casa atrasadissimo porque tou farto do trabalho, odeio os molengões...

em suma, e para finalizar:

Sou um tipico Português: só penso em mim mesmo!

:)

Nuno Revés disse...

Conheço essa sensação... quando saio de casa às 8h50 para estar no trabalho às 9h00, preferencialmente de café tomado, e me deparo com uma fila monstra que faz com que um percurso que se faz habitualmente em 5 minutos chegue a demorar 15... 20... 30... ou até mesmo 45 minutos, como aconteceu há uns 2 anos.

Realmente... HAJA PACHORRA!!

Hugo chamusca disse...

Nuno vê as coisas pelo lado positivo, nem todas as pessoas têm a oportunidade de trabalhar a 5 minutos de casa.. ;)