terça-feira, 13 de abril de 2010

Manipulação

Imaginem o que é ter alguém a culpar-vos de ser o que não são, de fazerem o que nunca fizeram, de quererem o que não querem. É mau não é? Injusto, no mínimo.

Agora imaginem que, afinal, quem vos culpa é que é o culpado, que fez aquilo de que vos acusa, que quer aquilo que diz vocês quererem. Hilariante, no mínimo.

E finalmente, imaginem que, esse alguém, ao exercer esse tipo de transferência para vocês, quer com tudo isso fazer-se passar por coitadinho injustiçado, e fazer-vos sentir, de facto, culpados e com a necessidade de irem a correr pedir perdão por um crime que não cometeram. De mestre... no mínimo!

9 comentários:

Ursinho de peluche disse...

oh! pra mim a assobiar para o lado...

Ursinho de peluche disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ursinho de peluche disse...

O problema é que pensamos que essas pessoas possam ser "curadas" e damos n-oportunidades para que tal se verifique. No entanto é um facto, não se verifica.

Vera disse...

Xxxxxxxxtupide.... lolololo

Anónimo disse...

Oh minha cara há tanta gente assim!

welcome to reality.

james disse...

Oh minha cara há tanta gente assim!

welcome to reality.

Vera disse...

Eu já estou nessa "reality" há muito tempo... sim, infelizmente há muita gente assim. São tipo os cogumelos! :)

Ursinho de peluche disse...

Cogumelos mas mágicos daqueles alucinogénicos... :)

Vera disse...

LSD... no mínimo! :P