domingo, 22 de janeiro de 2012

Quem é Zon está... lixado com F!

Querem saber como pagar uma pequena fortuna mensal por um péssimo serviço e atendimento? Façam um contrato com a Zon. Que eram peritos em ficar caladinhos quando o cliente, distraido, está a pagar mais por um serviço do que por 3 serviços diferentes, já eu tinha percebido. Been there, done that e, desde aí, que regularmente estou atenta aos novos "pacotes" que vão surgindo.

Desta vez fiz mais um upgrade (nessa sequência do "pagar menos por mais"). Inicialmente, liguei para a linha de atendimento e, qual não foi o meu espanto, quando me dão informações contraditórias relativamente às do site. No entanto, tendo em conta que já considero "normal" que as pessoas (algumas) que estão nesses call centers têm poucos conhecimentos relativamente ao produto que vendem (à excepção daquele básico de falinhas mansas quando tentam impingir "mega-pseudo-promoções"), voltei a ligar de forma a falar com diferentes operadores, numa espécie de estudo estatístico de conhecimentos... Apesar de se manterem as incongruências, conclui finalmente o seguinte: para NOVOS clientes, a ida do técnico a casa era gratuita, e tinham direito ao hub mais recente. Já eu, que os aturo há 5 anos, teria de pagar 30 euros pela instalação, e 30 euros para o caso de querer adquirir o novo hub. Tendo em conta que o meu modem antigo (que eles me forneceram no último upgrade) não permitia a utilização de um serviço que eu pretendia, e não tendo eu a culpa que me tenham fornecido o pior modem que tinham (sim, porque na altura já havia outro que permitia o tal serviço), fiquei... possessa!

Palavras chave: Rescisão de contrato. Sim, porque pelo que me estavam a dizer, mais valia rescindir e voltar a celebrar contrato com eles (com direito a tudo e um par de botas), ou então mudar para a concorrência. Conclusão: lá veio o técnico e o modem... de borla! A linha telefónica é que, apesar do técnico me ter "prometido" que a mesma estaria activada até ao final do dia, continua, 48h depois, sem sinal. Solução: contactar o apoio técnico. Mas... espera lá! A chamada só é gratuita pela rede fixa (que está sem sinal!!), e o outro contacto gratuito é só para informações comerciais (com a óbvia esperança de aquisição de serviços).

Ligar pelo telemóvel e gastar mais 10 euros para ficar à seca entre transferências de chamadas e "aguarde só um pouco" (been there done that)? Naaa... desta vez vai haver mortos!

1 comentário:

Patrícia disse...

Isso é o chamado "serviço de qualidade"!
A vontade é mesmo rescindir o contrato.
beijos