sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Pensamento do dia

"É tão cómodo, fácil e conveniente quando o outro decide por ti."

Já vos aconteceu? Espero que não. É que isso diz muito sobre uma pessoa...

5 comentários:

Patrícia disse...

olá

A quem é que isso não aconteceu?... quer do lado do decide, quer do lado do que nõ o faz.
Pessoalmente, e conheces-me o suficiente para saber que é verdade, não gosto, nem deixo que ninguém decida por mim nas decisões realmente importantes....
para o melhor e para o pior a decisão é sempre minha..
mas conheço muito boa gente que não o faz..
beijinhos

Vera disse...

Isso é verdade, e é isso que faz de ti quem és :)
O facto de não se ter coragem de assumir as responsabilidades e as consequências é uma boa desculpa para deixar que os outros decidam e nos resignemos ao destino que nos dão... pois dessa maneira a culpa não é nossa... afinal, não havia outra hipótese...

james disse...

Quando tens de tomar uma decisão e não decides...isso já é uma decisão.

Quando deixas que os outros decidam por ti...decidiste não decidir.

Vera disse...

Isso não se chama decidir. Chama-se fugir. Quando é uma situação que exige que se tomem opções concretas, o "decidir não decidir" é apenas passar batata quente e não assumir a responsabilidade do que poderá advir de uma escolha que se faz.

Anónimo disse...

De facto não tem qualquer sentido, todos sabemos que há pessoas que não fazem nem tomam opções na vida, embora eu queira acreditar que são esses uma pequena minoria, espero!! Não tenho qualquer dúvida que cada um é o arquitecto do seu destino e deve ser o próprio a assumir os riscos dessa construção. Não há outra forma!
Beijinhos,
Alexandre