segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Xim, eu xei ler e exkrever

1 koiza k m irrita pfundament é o pexoal k exkreve kom "kapas" e "xis" em xituaxões k n funxionam komo abreviatura nem kom a funxão de tornar a palavra maix pekena e, portanto, maix rápida de exkrever.

Já vos aconteceu estar em qualquer site e ver textos escritos por "teenagers"? Se por acaso me dou ao trabalho de tentar ler alguma coisa do que eles escreveram, acabo por perder a paciência e desistir. Será que também escrevem assim nos testes? Será que daqui a uns anos quando tiverem de fazer um curriculum também vão escrever assim? Uma coisa é tentarmos tornar a escrita mais rápida, no computador ou no telemóvel (sim, admito que de vez em quando também uso um "k" para substituir o "qu"). Outra coisa é substituir letras só porque é giro (????). Eu sinceramente espero que eles não falem como escrevem... e que tenham a noção de como é que se escreve correctamente.

2 comentários:

casimiro disse...

O nosso cérebro é doido!!!




De aorcdo com uma peqsiusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as Lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a piremria e útmlia Lteras etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma bçguana ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem pobrlmea.
Itso é poqrue nós não lmeos cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo.




Fixa os olhos no texto abaixo e deixa que a tua mente leia correctamente o que está escrito.

35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3! P4R4BÉN5!

james disse...

Abomino o horrível hábito dessa escrita do "k" e do "x", e pior ainda quando tenho a decepção de receber mail ou sms escrito dessa forma por alguém que não seria suposto.

Já conhecia os exemplos do poder de descodifição do nosso cérebro, dados pelo casimiro, mas não posso deixar de dizer que são de facto fantásticos.