sexta-feira, 7 de maio de 2010

Book

Fico chocada sempre que oiço alguém dizer "não gosto de ler". Aliás, torna-se inevitável, para mim, tecer juízos de valor sobre essa pessoa. Isto porque, o "não ler" traz algumas consequências, a mais grave delas o "não saber escrever". E se há coisa que me faz retirar muitos (muuuuuitos) pontos a alguém, são os erros de escrita.

Pessoalmente, noto uma diferença abismal quando tenho tempo para ler um livro (que não seja científico...). As ideias fluem melhor, as palavras surgem sem que tenha lapsos de memória do tipo "como é que se diz" (que são cada vez mais frequentes... sim, a idade também ajuda :P), e afina-se sempre um pouco mais o vocabulário por aprender ou relembrar certas palavras esquecidas. Às vezes dou por mim com dúvidas de como se escreve determinada palavra, pois já pouco escrevo, e porque muitas vezes leio e releio palavras erradamente escritas. Quantas vezes na faculdade lá surgia um slide com o sem H, com o eXpontaneamente... e quantas vezes isso continua a acontecer!

E para quem acha que os livros são maçudos e nada tecnológicos, pois hoje em dia o que está a dar é jogar Playstation, tirar fotografias com o iPhone, ouvir música no iPod e fazer muitas outras coisas em muitos outros "i's", não lhes fazia mal pegar num livrinho e começar a ler. É um excelente exercício para o cérebro... esse "quase músculo" que hoje em dia é cada vez menos exercitado...

... e até pode ser que depois deixem de cometer erros destes! (sim, sou uma sonhadora...)

1 comentário:

C NARCISO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.