quinta-feira, 14 de agosto de 2008

A tua face

Passo a mão pela tua face, que eu tão bem conheço. Todos os seus contornos... a textura... Era capaz de a esculpir de olhos fechados...

Passo a mão pela tua face e sinto todo o teu corpo... todos os desejos, todos os planos, todos os sonhos...

Passo a mão pela tua face. Ela mudou com o tempo. A idade marca-a com linhas que antes não existiam. A vida marca-a com expressões outrora desconhecidas.

Passo a mão pela tua face e descubro tudo o que me faz feliz. Tudo aquilo que nos fez felizes. Tudo aquilo que já tive, e que perdi...

Passo a mão pela tua face... e percebo porque me sinto assim.

1 comentário:

MADRUGADA... disse...

É bom ser dona desse tipo de sentimento.

Beijo.